ROBERTINHO DO RECIFE - O RETORNO

July 20, 2015

 

 

 

Me lembro como se fosse hoje. Era o final dos anos 1970 e eu havia ingressado no colegial, atual ensino médio. O rock sempre fez parte de minha vida, desde a mais tenra idade. Mas foi nesta época que eu me dei conta que eu gostava mesmo é de rock and roll. Foram nestes anos que fechavam a prolífica cena musical do rock na década de 1970 que iniciei minha coleção de discos de vinil. Mas a grana era curta e eu não conseguia comprar todos os discos que me interessavam. Restava então gravar fitas cassetes com os discos emprestados dos amigos e buscar novas músicas no rádio. E como era gostoso ficar caçando músicas nas parcas rádios que tocavam rock naquela época. Cada música nova que eu ouvia era uma conquista! E foi neste epílogo dos anos 70 e iníco dos anos 80 que eu conheci muita coisa boa, tanto do passado quanto de novos grupos que estavam surgindo.

 

E foi na minha saga em busca de novos expoentes do rock, naqueles anos mágicos do rock and roll, que eu descobri Robertinho do Recife. Infelizmente a exposição era pequena. Nem posso dizer (sob a luz do meu atual conhecimento do assunto) que aquilo que eu ouvia do então pouco conhecido artista era um "rockão" nos moldes que eu almejava ouvir; mas "era o que tinha prá hoje". E eu curtia muito!

 

O tempo foi avançando e Robertinho do Recife, juntamente com sua banda MetalMania, foram angariando sucessos e chegaram a abrir shows históricos de importantes bandas como Quiet Riot e Deep Purple.

 

Anos se passaram e o cara acabou criando o Yahoo... Caiu em desgraça ao fazer uma versão questionável da música Love Bites dos britânicos Def Leppard (Mordida de Amor era o nome da versão em português).

 

Depois o cara sumiu da cena frontal. Pelo menos para mim, Robertinho do Recife virou lenda. Muito tempo depois, descobri que o cara tinha virado produtor musical. 

 

E qual não foi minha surpresa, quando eu estava assistindo ao show do Manowar nesta última edição do Monsters Of Rock e ouvi Joey DeMaio anunciano a ilustre presença de Robertinho do Recife no palco. E não é que o cara mandou ver nas guitarras?

 

Eis que de repente começo a ouvir o seu nome no rádio novamente... Citações diversas no Facebook... E para finalizar uma entrevista na Revista Roadie Crew, onde ele conta um pouco de suas histórias, sucessos e fracassos. E fala também dos planos futuros, os quais incluem uma participação na próxima edição do Monsters, a qual, segundo ele, será bombástica. Ou seja, o cara voltou com tudo e promete arrasar nos palcos!

 

Vamos aguardar e conferir. Nós do Star Trips acompanharemos esta trajetória e daremos e devido destaque, afinal de contas, se há espaço para os grandes dinossauros internacionais, por que não dar  espaço para os nossos dinossauros?

 

Salve Robertinho do Recife!!!

 

Please reload

Featured Posts

A SAGA DO VINIL... DE SÃO PAULO À LISBOA... E ALÉM...

March 1, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags