MIKE PATTON E SEU OGUM DE FRENTE (Uma análise do show do Faith No More em São Paulo, sem compromisso com regras)

September 27, 2015

E eis que o FAITH NO MORE  voltou a "Sao Pauloooooo" no Espaço das Américas no dia 24/09/15, um dia antes de se apresentar na "última noite de rock" do Rock In Rio (é, afinal, nos dias 26 e 27 tem Rihanna, Lulu Santos e Kate Perry - alô, Light, já pode desligar a luz da Cidade do Rock, vamos economizar energia!).

 

Ressentimentos à parte e voltando ao assunto, assim como no SWU de 2011, o palco mais parecia um terreiro de umbanda: fundo completamente branco e muitas flores. A banda também abandonou o “dress code”  adotado nas apresentações pelo mundo, para se vestir totalmente de branco de novo, com Patton ornamentado por uma guia de contas vermelhas e brancas em volta do pescoço. Seria o Sr. Ogum, o guerreiro da lei, seu "orixá de cabeça"?

 

A entrada da banda foi ao som de "Midnight Cowboy" (da trilha sonora do filme de 1969, com o Dustin Hoffman... Sim, aquela mesma trilha que tem a fanhosa "Everybody´s talking, baby..."). Mike Patton, seu louco escavador!!!

 

Findada a sessão "curiosidades inúteis", o FNM está de disco novo, Sol Invictus, depois de uma longa pausa, e foi "MotherFucker", deste album, que abriu o show, já botando pra f...! O Espaço das Américas, lotado, começou a vir abaixo, numa amostra do que estava por vir. Aliás, nunca tinha visto aquele local tãooo cheio! Quem chegou faltando 5 minutos para começar, que foi o meu caso, teve mesmo que se contentar em ficar no fundão, mas como a infra-estrutura de lá é ótima - acústica, telões democráticos para que as pessoas minúsculas possam acompanhar o show como se fossem gente grande - isso não foi um problema.

 

Deste disco, ainda teve Sunny Side Up, Matador e Superhero. E sim, grande parte do público cantou também as músicas novas - FNM não tem fãs, tem adoradores. E merecidos, pois o disco novo é "bão" demais.

 

Predominou o álbum Angel of Dust, de 92 e foram os momentos mais "legauuuulll....super legauulll", no português divertido do Faith no More. Não só de Mike Patton, mas também do tecladista Roddy Bottum.

 

Foram Land of Sunshine, com direito a megafone e Mike Patton literalmente engolindo o microfone, Caffeine, Midlife Crisis, introduzida, por assim dizer, pelo amado "Porra, Caralho!!!". Delírio coletivo, porra, caralho, pqp!!! Também teve Easy (like sunday morniiiiing...) com globo de espelho girando sobre o palco, no bailinho do FNM.

 

Ainda teve Evidence, deliciosa, do King for a day, de 95, cantada metade em português, ratificando a intimidade de Patton com o Brasil ("saooo paulooooo!!!"..."paulistaaaaa!!!!"), Epic, Ashes to Ashes (97), Chinese Arithmetic (87)... 

 

E a banda? Todo mundo em ótima forma, devidamente protegidos pelos seus respectivos orixás, com suas guias nos pescoços. Faith no More ao vivo e a cores é pesado pacas. Sem essa de  rotular, mas FNM pra mim é puro metal! \m/

 

Mike Bordin manteve seus dreads (agora grisalhos) e a mãozona descendo pancada na batera, coitada. Jon Hudson, Billy Gould e Roddy Bottum coesos na guitarra, baixo e teclado, mantiveram, junto com Patton, o público na mão o tempo todo. Sem essa de "momento morno do show", banda e plateia fizeram valer cada centavo pago pelo ingresso.

 

E o bis?

 

The Crab Song, From Out of Nowhere e I Started a Joke...Foi aí que Mike Patton largou de pãodurice vocal e soltou a voz - com razão, devia estar economizando para o RiR - e mostrou porque é o "vocalista das 1000 vozes".

 

Uma hora e vinte minutos de show - curto, mas certeiro - finalizado com "Rain drops keep fallin´ on my head" ao fundo, enquanto começavam a limpa no palco (aquela que o homem aranha dança em algum dos 25 filmes da franquia. Mike Patton, o esquisito, ataca novamente!). 

 

Xi! Faltou "Falling to pieces"? É isso mesmo, produção? Bom, em algum lugar, nas letras miúdas do contrato de locação, a seguradora deve ter obrigado o Espaço das Américas a colocar uma cláusula proibindo que a banda tocasse "Epic", "From Out of Nowhere" e "Falling to Pieces" no mesmo show. Capaz que nem a força do Ogum de Patton conseguisse segurar a multidão! 

 

 

 

 

Please reload

Featured Posts

BANDA INGLESA "JAMES" FAZ SHOW SENSACIONAL NA TORRE DE BELÉM

September 9, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive