ERIC CLAPTON, JEFF BECK E JIMMY PAGE!! QUAL DELES VOCÊ ESCOLHERIA PARA A SUA BANDA??

Eric Clapton, Jeff Beck, Jimmy Page, o que estes três senhores, hoje todos na casa do 70, têm em comum, além de serem guitarristas???

 

É verdade que todos eles estão na lista dos melhores guitarristas de todos os tempos, segundo a revista Rolling Stones, em publicação de 2013. Clapton em segundo, perdeu somente para o mestre dos mestres, Jimi Hendrix!! Page em terceiro, uma justa posição??? Beck em quinto, porque??? Será que não podíamos ter um empate triplo no segundo lugar??? Para mim, mero discípulo do “Deuses” da guitarra, seria uma decisão mais justa, porém não isenta a discussão e muito menos a preferência de muitos fãs apaixonados!!!!

 

Uns preferem Clapton, que pendeu mais para o Blues, outros Beck, um virtuoso que elevou o nível de performance da guitarra, alguns Page, mestre dos riffs e exímio guitarrista de estúdio!!!

 

Sabemos que existiu um ponto comum entre os três, a banda The Yardbirds, uma das mais importantes bandas inglesas da década de 60, sempre em destaque por seus guitarristas inovadores, entusiastas! Primeiro foi Clapton, que entrou na banda no lugar de Top Topham, em 1963. Naquele tempo o Rock Britânico estava no seu período embrionário e o repertório da banda passava por grandes clássicos do Blues Americano, com músicas de Sonny Boy Willianson, Elmore James e Muddy Waters, onde as guitarras faziam toda a diferença!!! Em 1964, a banda lançou o seu primeiro álbum, gravado ao vivo no lendário Marquee Club em Londres, onde Clatpon é apresentado como Eric Sohan Clapton antes da primeira música!!! Fica claro que o Blues está muito presente, mas a banda começa a ter uma assinatura própria e Clapton não se sentia mais à vontade com isso, seu desejo era de tocar o Blues puro, como era tocado nos EUA e em 1965 resolve deixar a banda.

 

Para o seu lugar, indica um amigo, Jimmy Page, que na época já era um músico de estúdio requisitado e estava ganhando muito dinheiro e então não aceitou, mas indicou um outro amigo, Jeff Beck!!! Com Beck a banda entrou em uma fase psicodélica, era uma viagem de guitarras, efeitos e claro, muito ácido!!! Esta foi sem dúvida a fase mais criativa da banda, nesta fase nasceram clássicos como Heart Full of Soul e Shapes of Things.

 

 

Quando Paul Samwell-Smith resolveu deixar de tocar para assumir a produção da banda, em julho de 1966, Beck se lembrou de seu velho amigo Jimmy Page, que estava desempregado e rapidamente aceitou tocar baixo. Chris Dreja, que não era bobo nem nada, viu que Beck e Page se davam muito bem tocando juntos e uma dupla de lead-guitars seria algo muito interessante naquele tempo, então trocou de lugar com Page e aí o que parecia ser um grande diferencial, virou um problema!!! Beck, de temperamento difícil e explosivo ficou puto depois de algumas apresentações e deixou a banda, ou seja, concorrência não é com ele!!

 

Como todo sabem, Page assumiu sozinho a responsabilidade das guitarras até que a banda terminou e surgiu o New Yardbirds e em 1968, o Led Zeppelin, banda que consagrou Page como um dos melhores guitarristas do mundo, com clássicos maravilhosos, riffs inesquecíveis e apresentações antológicas!!! O Zeppelin de Page era pesado, consistente, denso e mesmo assim voava!!! E voou muito, até o fim da banda em 1980, com a morte de John Bonham. Mas a carreira de Page não parou por aí, foram várias trilhas sonoras, trabalhos solos com Robert Plant, David Coverdale, Paul Rodgers, sempre mantendo o legado do Zeppelin e fazendo suas Les Pauls soarem muito alto!!!

 

Clapton por sua vez, ao sair do Yardbirds, foi tocar com John Mayal, no Bluesbrakers, em 1965, e isso lhe rendeu muito fama, tanto que, pela primeira vez foi visto escrito nas estações de metrô de Londres a célebre frase, “Clapton is God”!!!. Em 1966 junto com Ginger Baker e Jack Bruce, criou o Cream, que tocava um Blues pesado, um power trio de verdade!!!  E para muitos, o melhor trio da história do rock. A banda permaneceu junta até 1968, quando decidiram que era hora de parar; na minha pequena opinião, uma decisão muito precoce!!

Depois disso Clapton formou o Blind Faith com Steve Winwood, tocou com Delaney & Bonnie, uma dupla americana que fazia um misto de rock, soul e country. Em seguida montou o Derek and the Dominos, com Duane Allman, um arregaço de guitarras!!! Quem gosta de Blues não pode deixar de ouvir!!! Na carreira solo gravou mais de 20 álbuns, tocou com BB King, John Lee Hooker, Buddy Guy, Steve Ray Vaughan, Pete Towshend, Carlos Santana e uma das parceiras mais solidas com George Harrison!!! Ressurgiu em 1992 com o Unplugged MTV e desde 1999 organiza o Crossroads Festival, com a presença de músicos renomados, iniciantes e legendários, uma verdadeira homenagem ao Blues!!!

 

O genioso e temperamental Beck, quando saiu do Yardbirds, se juntou com um jovem vocalista de voz origem escocesa, de voz rouca e cabelo arrepiado, um tal de Rod Stewart, com quem gravou dois discos. O nome da banda não poderia ser outro senão Jeff Beck Group!!! No ano de 1973, a banda terminou de repente, num acesso de estrelismo de Beck, que simplesmente anunciou uma nova banda, com Tim Bogert e Carmine Appice, o Beck, Bogert & Appice, um power trio de excelência, de fazer inveja a qualquer outro trio já existente, e que, adivinhem... acabou de uma hora pra outra, pouco depois de lançarem o seu álbum de estreia! No mesmo ano, Beck participou da turnê de David Bowie, onde tocava três ou quatro músicas!!

 

O sucesso como guitarrista na carreira solo só veio mesmo com o álbum Blow by Blow em 1975. Neste trabalho Beck conseguiu se destacar no cenário Jazz-Rock da época e assim nasceram seus outros trabalhos, incluindo o sensacional Jeff Beck’s Guitar Shop em 1989.  Em 2008, surpreende a todos com o magnifico “Live at Ronnie Scotts”, gravado ao vivo em companhia da baixista Tal Wilkenfeld, que toca com ele até hoje! Beck é considerado o mais criativo e virtuoso entre os 3, porém sofre muito de altos e baixos!!!

 

Este é um breve relato do que estes Senhores fizeram até hoje e sei que cada um de nós tem uma opinião diferente sobre qual dos três gênios é melhor, mais virtuoso, mais criativo, com mais presença, porém uma coisa é certa, foram eles que criaram o rock da forma como hoje escutamos, nos ensinaram muito e acredito que ainda têm muito para mostrar!!!

 

Vejam o ARMS Concert de 1983, organizado por Ronnie Lane, ex-baixista do The Small Faces e do  The Faces, em prol das pesquisas para a busca da cura da esclerose múltipla, onde os nossos 3 heróis tocam juntos no final, acompanhados um time de dar inveja a qualquer musico do mundo!!!!

 Um abraço, Oity

 

Please reload

Featured Posts

BANDA INGLESA "JAMES" FAZ SHOW SENSACIONAL NA TORRE DE BELÉM

September 9, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive