MODA DE ROCK NO ESPAÇO 91, PERFORMANDO LED ZEPPELIN... SENSACIONAL!!!!

March 3, 2018

Aqueles que acompanham o Star Trips de longa data certamente já conhecem o maravilhoso projeto musical "MODA DE ROCK", dos músicos e violeiros Ricardo Vignini & Zé Helder.

 

Os caras estão com este projeto desde o ano de 2010, ocasião do lançamento do primeiro trabalho, "Moda de Rock - Viola Extrema".

 

Neste primeiro disco, Ricardo Vignini & Zé Helder fizeram versões magistrais, totalmente tocadas na viola caipira, de 11 grandes clássicos do rock e do heavy metal, passando por Led Zeppelin, Beatles, Jethro Tull e até bandas mais pesadas tais quais Sepultura, Metallica e Megadeth... Até o grunge teve seu espaço garantido com a versão de "Smells Like Teen Spirit" do Nirvana.

 

No ano de 2016, a dupla surgiu com mais uma grata surpresa... O "Moda de Rock II"... Neste segundo trabalho, os caras mandaram "benzaço" ao mesclar temas de sons sofisticadíssimos, tais quais "Why Worry" do Dire Straits e "Fearless" do Pink Floyd, com Temas bem mais pesados, como por exemplo "Raining Blood" do Slayer. E da mesma forma que no primeiro álbum, foram incluídos temas mais do que clássicos abordando os diversos estilos do rock... "I Want To Break Free" do Queen e "Thunderstruck" do AC/DC são apenas dois singelos exemplos da inusitada abordagem da dupla.

 

Pois bem, meus amigos do rock... Tem aquela frase insólita que os pessimistas costumam falar "sempre pode piorar"... Entretanto, em se tratando de Ricardo Vignini & Zé Helder, a frase é exatamente ao contrário... "sempre pode melhorar"...

 

Há pouco mais de um mês, vi uma postagem do Ricardo Vignini no Facebook, anunciando a mais nova etapa do projeto "MODA DE ROCK"... Desta vez, a incursão da viola será unica e exclusivamente no mundo do Led Zeppelin... Isto mesmo, meus amigos, LED ZEPPELIN!!!!

 

Ao ler a postagem, logo me empolguei e fiquei imaginando que aquele seria o melhor de todos os trabalhos da dupla até então. As abordagens musicais do Led (mais especificamente do Jimmy Page) certamente se enquadrariam com perfeição ao som das violas.

 

Detalhe importante com relação a este lançamento. Inicialmente, o álbum seria lançado apenas em formato digital (para download). Todavia, mediante reclamações dos fãs mais ardorosos, os caras resolveram repensar a tática de lançamento e encontram uma saída para poder fazer o lançamento também em formato físico (no caso, CD... fico imaginando um trabalho desse em vinil... seria um sonho).

 

Assim sendo, Ricardo Vignini & Ze Helder cadastraram um projeto de crowdfunding no site CATSARSE com o objetivo de arrecadar a grana necessária para produzir um lote (se não me engano) de 1000 unidades do CD do novo trabalho.

 

O projeto caminha bem... Faltando 66 dias para o término da arrecadação, eles já conseguiram quase metade do valor necessário.

 

ENTÃO GALERA!!!!!!!. VAMOS COLABORAR!!!!

 

Acessem o site abaixo e façam sua contribuição!!! Mediante o valor que você decidir contribuir, várias serão as compensações... CD, camiseta e muito mais... Aí depende de você e da sua disponibilidade financeira... O mais importante de tudo é colaborar, sem dúvida alguma. E não me venha com a desculpa que está sem grana. Você pode contribuir com valores a partir de R$ 20,00... Venhamos e convenhamos... Trata-se de uma quantia bem módica!

 

https://www.catarse.me/moda_de_rock_toca_led_zeppelin_8409?project_id=71351

 

Muito bem meus caros... Para variar, escrevo demais e me perco nas ideias.

 

Na verdade, esta matéria está sendo escrita para falar do show que Ricardo Vignini & Zé Helder proporcionaram para as 45 pessoas (eu acho que tinha um pouco mais) que lotaram as mesas da casa ESPAÇO 91, no bairro da Lapa, em São Paulo, ontem, dia 2 de março.

 

Alguns dias antes, eu tinha ido ao Allianz Parque conferir o show do Foo Fighters e do Queens Of The Stone Age... Achei que a semana estava ganha com aquele show... 

 

Ah... ledo engando meu chapa! O melhor estava por vir e eu estava marcando toca!

 

Ricardo e Zé Helder proporcionaram aos expectadores um show extasiante, vigoroso, de extremo bom gosto e qualidade. Músicas performadas com técnica e maestria das mais apuradas possíveis.

 

Quem ainda não viu o que estes dois conseguem fazer com suas violas, sinceramente, estão bobeando geral. 

 

É um trabalho musical de uma sensibilidade extrema!

 

E como eu havia imaginado, as músicas do Led Zeppelin sendo performadas nas violas caipiras, ficaram sensacionais. Combinou de uma forma tão perfeita que parecem que foram compostas para serem executadas neste tipo de instrumento.

 

Quanto ao repertório que foi apresentado no show de ontem, questionei Zé Helder se o novo CD seria gravado com aquelas canções. Ele me disse que o setlist final ainda está sendo decidido. Mas certamente que grande parte das canções que eles estão tocando nestes shows estarão presentes no CD.

 

Logo que o show terminou, pedi permissão à dupla para tirar uma foto da lista de músicas.

 

Como vocês podem notar, eles abordaram todas as fases da carreira do Led Zeppelin.

 

Gostaria de ressaltar que, diferentemente de outras apresentações (relativos aos dois trabalhos anteriores), no show de ontem, Zé Helder nos brindou com sua bela, afinada e cristalina voz. 

 

Canções como "Going To California" e "Starway To Heaven" foram abrilhantadas ainda mais mediante a performance vocal do músico.

 

Mas, pelo o que ele mesmo me falou, creio que no CD as performances são apenas instrumentais. Na minha visão, uma pena, pois o timbre de voz de Zé Helder combinou perfeitamente com as canções.

 

 

O BIS

 

Já no finalzinho do setlist, logo após "Black Dog", a dupla agradeceu a todos e performou aquela que seria oficialmente a última canção da noite, a maravilhosa "Kashmir".

 

Mas, como seria de se esperar de uma plateia normal, a galera aplaudiu a dupla efusivamente (e de pé) e pediu calorosamente que o bis fosse estendido, ao passo que os mestres da cerimônia atenderam o pedido de todos com muita generosidade, tocando mais quatro ou cinco canções de outros de seus trabalhos.

 

Pelo o que me lembro, rolou Raining Blood (Slayer), I Want To Break Free (Queen) que a galera cantou junto em peso, um pedacinho de uma peça de Wolfgang Amadeus Mozart e, prá arrebentar de vez a bagaça, Thunderstruck (AC/DC).

 

E como se não bastasse tudo isso, ainda rolou uma peça musical (se não estou enganado) da dupla sertaneja Tião Carreiro e Pardinho.

 

Para demonstrar minimamente o que foi o show, disponibilizo a filmagem que fiz de uma das músicas; "All My Love", música que consta do último disco do Led Zeppelin (In Through The Outdoor):

 

 

 

ESPAÇO 91

 

Para finalizar esta matéria, gostaria de dar os devidos créditos ao excelente local onde o show foi realizado.

 

Trata-se de um espaço cultural sediado num sobrado situado no bairro da Lapa, nas imediações da Vila Romana.

 

Com um ambiente descontraído e aconchegante, o espaço conta com um pequeno palco e uma quantidade aproximada de de 10 mesas, onde os convidados são acomodados e são atendidos de forma cordial e exclusiva pelos próprios donos do espaço.

 

No local são servidas bebidas e cervejas em geral e uma gama muito interessante de petiscos especiais. Eu e minha esposa saboreamos um delicioso escondidinho de carne seca... muito bom!

 

Com relação às atrações, as mesmas são sempre muito bem escolhidas, sendo que o objetivo da casa é proporcionar um ambiente cultural sofisticado, exclusivo e de excelente qualidade.

 

Por ser um local pequeno, para poder frequentar a casa, você deve entrar no site do Espaço 91 e fazer um cadastro indicando qual o espetáculo que quer assistir. Após este cadastro, um dos donos do local entrará em contato com você e fará a sua reserva.

 

Gostei muito do local e pretendo voltar mais vezes.

 

Para maiores informações, clique na imagem abaixo e tenha acesso ao site do Espaço 91:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Featured Posts

BANDA INGLESA "JAMES" FAZ SHOW SENSACIONAL NA TORRE DE BELÉM

September 9, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive